O colesterol LDL é ruim, bem como o HDL é o bom

Você sabe qual a diferença entre LDL e HDL? Entenda e aprenda a controlar seu colesterol

Conhecer sobre a diferença de um colesterol para o outro ajuda a saber como controlá-lo

O colesterol LDL e HDL são, na verdade, lipoproteínas transportadoras do colesterol. Assim, o colesterol é um dos tipos de compostos químicos que estão presentes dentro das membranas celulares, bem como é transportado no plasma do sangue pelo corpo.

Assim, o colesterol possui funções essenciais para nosso organismo, tais como, auxiliar na produção dos ácidos biliares, dos hormônios esteroides e da vitamina D. No entanto, ele precisa ser controlado à todo custo, pois, se permanecer em excesso, causa sérias complicações, incluindo doenças cardíacas.

É dentro desse processo que entra o LDL e o HDL, substâncias responsáveis pelo transporte do colesterol através do corpo. Para que você consiga entender como controlar os níveis no organismo, vamos explicitar mais informações sobre o assunto na matéria abaixo. Veja só.

Ademais, confira também: Chás que aliviam a gastrite: conheça as ervas medicinais que podem te ajudar com esse problema

Diferença entre colesterol LDL e HDL

O colesterol e sua trajetória no corpo

O colesterol e sua trajetória no corpo (Imagem: Reprodução/Sites Google)

O colesterol LDL (que significa Low Density Lipoproteins/ Lipoproteínas de baixa densidade) é o responsável pelo transporte do colesterol localizado no fígado para as células. Assim, já o HDL (ou High Density Lipoproteins/Lipoproteínas de alta densidade) trabalha inversamente, retirando o colesterol que está em excesso, transportando-o outra vez para o fígado, para, posteriormente, ter a eliminação feita pelo corpo.

Por conta disso é que o colesterol LDL é tido como o “ruim”, bem como o HDL como o “bom”. Indivíduos com os índices maiores de HDL no organismo possuem uma probabilidade menor de ter doenças cardíacas. Entretanto, quem tem o LDL elevado também tem chances maiores de sofrer os males de tais doenças.

Valores para referência do colesterol

O LDL (ruim) pode ser considerado alto se estiver acima de 130 mg/dl nos indivíduos com baixo risco cardiovascular. Contudo, para indivíduos com risco intermediário, a recomendação é que se fique abaixo dos 100 mg/dl. Pacientes com alto risco cardiovascular precisam manter o colesterol LDL abaixo de 70 mg/dl. Já aquelas pessoas com altíssimo risco, por exemplo, que tiveram AVC, precisam ter menos que 50 mg/dl.

O baixo risco cardiovascular, bem como intermediário, alto, ou muito alto só são determinados por meio de exames clínicos, avaliados pelo médico em uma consulta. Mas, em se tratando do HDL (bom), seu valor de referência deve ser acima de 40 mg/dl, uma vez que o Colesterol Total precisa ser menor que 190 mg/dl.

Conquanto, leia mais: Chá de erva doce: quais os benefícios que ele pode proporcionar para a saúde?

Entenda como controlar o colesterol LDL e HDL

Níveis altos de colesterol podem incitar doenças cardíacas

Níveis altos de colesterol podem incitar doenças cardíacas (Imagem: Reprodução/Brasil Escola)

O HDL tem o valor de referência menor em comparação com o colesterol LDL. Dessa forma, além disso, má alimentação, sedentarismo, mas também o tabagismo reduzem ainda mais o HDL. Assim, é necessário adotar hábitos que sejam saudáveis, tal como praticar esportes, controlar estresse e fazer exercícios físicos. Além disso, é uma boa sugestão ingerir alimentos que são capazes de reduzir o LDL, bem como aumentar o HDL.

Dessa forma, pode-se dizer que o ômega 9 e o 3 auxiliam no aumento do colesterol HDL. Tais ácidos podem ser facilmente encontrados nos óleos vegetais, por exemplo, no azeite e no óleo de milho. Abacate, algumas sementes e peixes que vivem em águas frias, frutas com tonalidade laranja e fibras também são boas fontes controladoras do colesterol.

Preste atenção na sua alimentação, assim, fica fácil saber se seu colesterol LDL e HDL estão dentro dos valores para referência. Mantenha sua saúde em dia com bons hábitos, pratique exercícios, beba muita água e seja feliz!

Redatora, amante de livros, artes e culinária. Apaixonada por redação publicitária e jornalística, trabalho na área há anos, me dedicando ao universo político e feminino.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.